by /0 comments

Universidade Federal do ABC abre com 50% das vagas para aluno de escola pública

Primeiro bloco tem capacidade para 3,2 mil alunos. São 11 andares distribuídos em 12,7 mil metros quadrados

O primeiro prédio da Universidade Federal do ABC (UFABC) será inaugurado oficialmente nesta sexta-feira, dia 29, pelo presidente Lula. O prédio já atende a dois mil estudantes que ingressaram no vestibular neste mês de agosto. No total, o bloco B terá capacidade para atender 3,2 mil alunos. São 11 andares distribuídos em 12,7 mil metros quadrados, 22 salas de aula, 24 laboratórios de pesquisa e informática, auditório e ar condicionado em todas as classes.

A vice-reitora da instituição, professora Adelaide Falijoni Alario, disse na quinta-feira que “metade das vagas da universidade serão destinadas a estudantes que vieram de escolas públicas”. Segundo o Ministério da Educação, a nova universidade receberá investimentos de R$ 220 milhões, dos quais R$ 112 milhões já foram repassados. As obras devem ser concluídas até o final de 2009. Serão seis blocos. A UFABC oferecerá dez mil vagas anuais e terá cerca de 500 professores.

O MEC diz que a universidade será a primeira instituição pública que adotará o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como critério exclusivo de aprovação. Ela reservará 500 vagas para quem tiver acertado no mínimo 90% da prova do Enem. A vice-reitora disse que o exame foi adotado “porque o Enem mede um conjunto de habilidades que estão em consonância com o projeto pedagógico da instituição”.

No entanto, caso mais de 500 candidatos queiram entrar com a nota do exame, será feita uma seleção que somará a nota do Enem com a da prova da instituição.

O MEC diz que a UFABC é a primeira universidade a implementar um projeto pedagógico com um sistema de bacharelados interdisciplinares. Pelo método, o aluno faz o primeiro um módulo básico com as disciplinas de sociologia, ética, filosofia e história da ciência. O ingresso de todas as carreiras é no bacharelado de ciência e tecnologia, que tem duração de três anos. “Assim, oferecemos uma formação geral e diminuímos muito a evasão por falta de identificação com os cursos”, disse a vice-reitora.

A UFABC tem 100% dos professores com doutorado e oferece hoje seis bacharelados: ciência e tecnologia, ciências da computação, matemática, física, química e biologia; quatro licenciaturas: matemática, química, física e biologia; oito engenharias: engenharia aeroespacial, ambiental e urbana, bioengenharia, engenharia de gestão, engenharia de materiais, engenharia de informação, engenharia de instrumentação, automação e robótica, engenharia de energia; e pós-graduação em sete áreas: nanociências e materiais avançados, matemática, engenharia de informação, energia, química, física e ciência e tecnologia.

Com sede em Santo André, na Grande São Paulo, a UFABC espera atender as sete cidades de região (Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra), onde vivem mais de 2,5 milhões de habitantes. Atualmente, há uma oferta de 45 mil vagas distribuídas em 30 Instituições de Ensino Superior, sendo a grande maioria privada. Dos 77 mil estudantes matriculados no ensino superior na região, cerca de 65% estão em instituições privadas, 20% em municipais e 15% na rede comunitária filantrópica.

O site da UFABC

wobsблаготворительный фонд владимира мунтянаuse instagram to