Unicamp, Conseg Barão Geraldo, Programa Vizinhança Solidária e blocos de rua realizam campanha Carnaval Sem Fome

O carnaval 2021 chegou, mas por conta da pandemia do coronavírus, a folia dos bailes e blocos de rua terão que ficar para depois. A doença continua fazendo vítimas no país e comprometendo a situação de muitas famílias, que entram em situação de vulnerabilidade. Para contribuir com essa população, o Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) Barão Geraldo, a Unicamp e blocos do carnaval de rua de Barão Geraldo se uniram na realização da campanha Carnaval Sem Fome. A meta é arrecadar alimentos para famílias carentes que vivem na região de cobertura do Conseg, que abrange o distrito de Barão Geraldo e a área do Grande São Marcos. 

A ideia de promover a campanha acompanha uma série de outras ações que vêm sendo realizadas pelas instituições por causa das necessidades impostas pela pandemia. Com a volta do aumento das infecções e a necessidade de estender as medidas de isolamento social, mais famílias voltaram a sofrer os efeitos da crise econômica. “Nós trabalhamos na causa raiz da segurança pública, no que causa essa insegurança, que é ajudar pessoas de maior vulnerabilidade em suas necessidades. Isso impacta diretamente na segurança”, explica Neusa Fernandes, presidente do Conseg Barão Geraldo. 

A campanha terá uma abertura oficial nesta sexta-feira (12), às 10h, na praça de entrada do campus da Unicamp. Para não promover aglomerações, ela será restrita aos organizadores e membros da Prefeitura Municipal de Campinas. A arrecadação dos alimentos vai funcionar durante os cinco dias de carnaval, tendo início no dia 12 e seguindo até a terça-feira de carnaval, dia 16. Seis locais vão receber as doações das 10h às 14h. Confira:

– Associação Pró-Bairro – Cidade Universitária
Rua Márcia Mendes, 702, Cidade Universitária 
– Portaria 5 da Unicamp
Av. José Próspero Jacobucci, 446, Parque das Universidades
– Casa Pierre Montouchet/Unicamp
Rua Edna Barros Sanches, 91, Vila Santa Isabel
– Academia Sérgio Cavalcante
Rua Macedo Soares, 991, Cidade Universitária
– Lustres Santa Isabel
Avenida Santa Isabel, 87, Barão Geraldo
– Centro Cultural Casarão Campinas
Rua Maria Ribeiro Sampaio Reginato, S/N, Residencial Terras do Barão

Mesmo com a realização da campanha, os organizadores alertam para a necessidade de se evitar qualquer tipo de aglomeração. Por isso, foram desenvolvidos esquemas para que as doações possam ser feitas em drive thru, para que as pessoas não precisem sair de seus carros, ou pessoalmente, no caso de quem estiver a pé. O planejamento também inclui protocolos para os voluntários que vão trabalhar durante a campanha. Toda essa organização ficou a cargo da Unicamp, que desenvolveu um manual com recomendações de segurança e também disponibilizou o acesso a vídeos desenvolvidos pela Escola de Educação Corporativa da Unicamp (Educorp) e pela Rádio e TV Unicamp. Acesse aqui o material

Além dos protocolos de segurança, a Universidade também vai fornecer álcool em gel para os voluntários, álcool 70° para higienização das doações e outros materiais de segurança. “Nós que definimos o esquema de drive thru para os carros, um protocolo para quem vier colaborar a pé, a organização do espaço físico. Estamos levando todos os protocolos de prevenção da Covid-19 que já temos na Unicamp para a campanha, para que não haja risco para quem vier colaborar nem para quem vai trabalhar nela”, destaca Lina Nakata, coordenadora da Secretaria de Vivência dos Campi (SVC) da Unicamp. 

Todas as doações serão encaminhadas a instituições beneficentes que atendem as famílias em situação de vulnerablidade. Elas ficarão responsáveis pela distribuição dos alimentos conforme a necessidade das famílias nos bairros. 

Ação que envolve diferentes parceiros

Membro do Bloco do Cupinzeiro, um dos parceiros na realização da campanha, Hidalgo Romero destaca o papel do carnaval não apenas como uma festa de rua, mas também como um evento com o potencial de promover reflexões sobre nossa sociedade e a forma com que ela se relaciona com o espaço urbano. “O carnaval representa algo muito importante, que é uma resistência cultural identitária. Tem também um simbolismo de ocupação do espaço público, das ruas. Essa liberdade e esse empoderamento do carnaval, de ser democrático e acolher a todos, é um pouco o espírito dessa campanha”, comenta. 

Segundo ele, o envolvimento dos blocos na causa solidária já vai garantir uma boa arrecadação: “Nós percebemos que, se pelo menos os integrantes de cada bloco doassem 1 kg de alimento, só nos blocos já teríamos 250 kg de doações, porque somos em cerca de 250 pessoas, então já começaríamos bem”. Além do Bloco do Cupinzeiro, participam da campanha os blocos União Altaneira, Berra Vaca, JegueGerso, Maracatucá, Bloco Matuá e das Caixeirosas. 

Outro aprendizado importante trazido pela campanha é a união de instituições e grupos muito diferentes em prol de uma mesma causa. “São órgãos diferentes em sua natureza. Temos a Unicamp, o Conseg e os Blocos, mas temos também igrejas, associações de bairros, entidades que conseguiram se unir para poder construir uma campanha em prol de uma comunidade vulnerável. É uma mensagem interessante para ser passada e que serve de exemplo para construirmos outras ações coletivas”, avalia Lina Nakata. 

Para Neusa Fernandes, o objetivo final é fazer a diferença na vida das pessoas. “Isso tomou um corpo muito bom, vai passar uma mensagem positiva para a sociedade nesse momento difícil, dizendo que estamos todos juntos”, afirma a presidente do Conseg Barão Geraldo. 

Organização da Campanha:
– Blocos de Carnaval de Rua de Barão Geraldo
– Secretaria de Vicência do Campus – SVC Unicamp
– Programa Vizinhança Solidária – Barão Geraldo

Apoio:
– 3ª Cia do 8º Batalhão da Polícia Militar
– Guarda Municipal de Campinas
– 7º Batalhão da Polícia Civil
– Grupos da Sociedade Civil e Religiosa
– Associação de Docentes da Unicamp – Adunicamp
– Associação Pró Bairro – Cidade Universitária
– Centro Cultural Casarão – Comércio de Barão Geraldo
– Diretoria de Cultura (DCult)/Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proec) Unicamp
– Diretoria Executiva de Planejamento Integrado (DEPI) Unicamp
– Diretoria Executiva de Relações Internacionais (DERI) Unicamp
– Escola de Educação Corporativa (Educorp) da Unicamp
– Igreja Presbiteriana de Barão Geraldo 
– Igreja Frei Galvão
– Paroquia São Marcos
– Coordenação Rede abraço
– Coordenação Grande Village
– Secretaria Executiva de Comunicação (SEC) Unicamp
– Associação de Moradores do Terras do Barão

Leia mais : 
Ações da Secretaria de Vivência nos Campi (SVC) rendem homenagem do Conseg Barão Geraldo

Originalmente publicado em...