Governo de SP entrega novos leitos de UTI COVID no Hospital de Clínicas da Unicamp

A capacidade de leitos UTI COVID no Hospital de Clínicas da Unicamp foi reforçada, desde segunda-feira (22), com 10 novos leitos, que complementaram os 20 já em operação, totalizando 30 leitos de UTI exclusivos para a assistência de casos graves de COVID-19. Além disso, há 34 leitos de enfermaria para pacientes com a doença.

O convênio com a Secretaria de Estado da Saúde é de R$ 11.880.000,00 milhões com duração de seis meses. A maior parte dos recursos será consumida em materiais e medicamentos. A equipe multidisciplinar compreende 54 profissionais temporários e será composta por 10 médicos, 10 enfermeiros, 22 técnicos de enfermagem, 7 fisioterapeutas, 1 farmacêutico, 2 técnicos de farmácia, 1 nutricionista e 1 técnico em administração hospitalar.

O superintendente do HC da Unicamp, Antonio Gonçalves de Oliveira Filho, comenta a importância da medida. “Estes leitos são resultado de reuniões intensas envolvendo o HC e a Diretoria Regional de Saúde DRS-7, e representam uma conquista importante para toda a região como já fizemos na primeira onda da pandemia”, observa.

Atualmente, para habilitar novos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI), o estabelecimento de saúde deve atender aos critérios previstos em legislação específica e em resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e apresentar o módulo “leito complementar” do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) atualizado. No convênio anterior, o HC da Unicamp contava até outubro com 64 leitos de UTI COVID.

Matéria original publicada no site do HC da Unicamp. 

Originalmente publicado em...