Colégio particular da capital decide suspender aulas presenciais

Por causa da crise sanitária da Covid-19, escola optou por não receber alunos

O Colégio Equipe, escola particular da capital de São Paulo, optou por suspender o retorno das aulas presenciais nesta sexta-feira (5). A decisão vem no momento em que todo o estado paulista irá regredir para a fase vermelha, endurecendo assim a quarentena devido ao aumento do número de casos, internações e mortes por Covid-19.

Em vídeo postado no Instagram, a diretora Luciana Bittencourt Fevorini afirmou que os índices de contaminação pela doença estão crescendo e que o mais seguro seria interromper o retorno presencial. 

“Foi uma decisão difícil porque, desde que foram retomadas as atividades presenciais, foi muito bom estar com os estudantes aqui. A gente acredita que recebeu todos e todas com segurança. Sentimos que colaboraram para que tudo ocorresse bem”, começa explicando a diretora. “Entretanto, estamos vivendo uma situação crítica das condições de saúde sanitária da nossa cidade, do nosso estado e do nosso país”

Ela afirma que os índices de contaminação pela Covid-19 estão aumentando e que existe uma limitação dos serviços de saúde e de atendimento às pessoas. “Acreditamos que em um contexto como esse, o mais seguro a fazer é interromper as atividades presenciais. Assim, colaboramos para a diminuição de pessoas circulando pela cidade e se expondo a um risco de contaminação”. A capital paulista registrou 80% de ocupação dos leitos de UTI nesta quinta-feira (4).

No final do vídeo, Luciana lamenta e afirma que não foi uma decisão fácil. “Entendemos que faz muito sentido o encontro presencial na educação. Entretanto, a gente acha que isso (o fechamento da escola para atividades presenciais) é o melhor a se fazer para que esses índices diminuam”. 

A assessoria do Colégio Equipe informou que, antes do comunicado, pelo menos três famílias avisaram que seus filhos não iriam às aulas presenciais enquanto a situação da pandemia não melhorasse. Disse ainda que outros colégios avaliam medidas semelhantes. O governo de São Paulo decidiu que manteria as escolas abertas durante o período de fase vermelha, mas cada direção pode optar por receber ou não os alunos.

Em seu site, a escola publicou uma nota sobre a interrupção das aulas presenciais. Veja abaixo, na íntegra. 

Familiares, alunos e educadores do Colégio Equipe,

Demos início às aulas presenciais na escola de acordo com o que foi planejado em cada ciclo. Em uma primeira avaliação, ressaltamos o espírito e o esforço de colaboração das famílias, estudantes e educadores com os procedimentos propostos; a alegria da maioria dos estudantes com o encontro presencial; o vislumbre de novas possibilidades de orientação de estudos com a alternância entre as atividade presenciais e as mediadas por tecnologias; a preocupação, o esforço e o compromisso dos educadores com as exigências desse contexto; o caráter educacional, coletivo e solidário que essa situação de encontro exige de todos.

Nesta semana completamos um primeiro ciclo que ofereceu oportunidade para que todos os estudantes, cujas famílias inicialmente autorizaram a presença, comparecessem nas atividades na escola. De forma geral, podemos afirmar que está sendo possível manter as condições de distanciamento durante as aulas e nos momentos de entrada e saída; o uso correto e orientado da máscara; as condições protegidas pelo distanciamento na alimentação; a manutenção dos grupos fixos de convívio entre os alunos; o afastamento de todos os que apresentam sintomas, com a comunicação imediata e transparente para os grupos envolvidos. Tudo isso só é possível com o compromisso e esforço adicional de todos.

No entanto, acompanhamos com apreensão o recrudescimento da transmissão da COVID-19 na nossa cidade, com a crescente restrição na disponibilidade dos serviços de saúde e no atendimento dos que necessitam. Como afirma o Conas, conselho que reúne 27 gestores estaduais da área da saúde, estamos no momento mais crítico da crise sanitária no nosso país. Como forma de evitar o colapso das redes assistenciais privadas e públicas, o referido conselho recomenda, entre outras medidas, a suspensão das aulas presenciais. O governo do estado decretou a implementação da fase vermelha do Plano São Paulo em todas as regiões, com a recomendação de que só as pessoas em maior situação de vulnerabilidade acessem presencialmente as escolas.

Avaliando o cenário e o contexto que envolve o Colégio Equipe, nosso encaminhamento é por suspender as atividades presenciais na escola, a partir do dia 08 de março, para todos os ciclos. Entendemos que essa é, nesse momento, a forma de contribuir com as medidas sanitárias e de preservar as condições de saúde da nossa comunidade.

Vamos discutir esse encaminhamento com educadores, estudantes e famílias. Para as famílias interessadas, agendamos um encontro por ciclo, conforme calendário abaixo:

EI e EFI – dia 9 de março às 19h30
EFII – dia 11 de março às 19h30
EM – dia 08 de março, às 20h30

Como sempre, a Orientação está disponível para discutir situações particulares e demandas individuais.

Agradecemos novamente o compromisso de cada um com as aprendizagens de nossos estudantes nesse momento.

Atenciosamente,

Direção do Colégio Equipe

https://vejasp.abril.com.br/cidades/colegio-equipe-suspende-aulas-presenciais/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *