Empresas fazem doação de equipamentos ao Cotuca

O Colégio Técnico de Campinas (Cotuca) recebeu a doação de 38 novos equipamentos das empresas Trópico e Dextra, de Campinas. Foram entregues pela Trópico 16 CPUs, 2 laptops, 2 impressoras, 6 projetores e 2 scanners. Já a Dextra fez a doação de 10 laptops. Os novos equipamentos vão contribuir para que o ensino oferecido pelo Colégio continue a chegar a todos os estudantes. 

“Somos um colégio de aulas presenciais e trabalhamos para que as atividades não parem a fim de mantermos principalmente o vínculo com nosso corpo discente e, para isso, é fundamental, neste momento tão atípico, podermos dar suporte aos nossos alunos a fim de minimizar as dificuldades de acesso a internet e a equipamentos”, explica Vanessa Bavaresco, diretora do Cotuca. Segundo ela, durante a pré-matrícula de 2021, os alunos ingressantes responderam a um questionário sobre acessibilidade à internet, para que fosse possível identificar quais precisam do empréstimo de equipamentos. 

Para que os novos alunos fossem atendidos, juntamente aos que foram beneficiados em 2020, a Diretoria Executiva de Ensino Pré-Universitário (DEEPU) articulou junto à Diretoria Executiva de Direitos Humanos (DEDH) e às empresas parceiras da Universidade a disponibilização de novos equipamentos. “O Cotuca emprestou a seu corpo discente cerca de 90 máquinas de seus laboratórios de ensino e a demanda ainda existe, portanto, doações destes equipamentos são importantes”, detalha a diretora. 

Os dirigentes das duas empresas afirmam que o gesto é uma forma de investirem na formação de novos profissionais e de retribuição aos serviços prestados pelo Cotuca e pela Unicamp. “Eu e minha esposa nos conhecemos no curso de Engenharia de Computação, meu filho mais novo é aluno do Cotuca e o filho mais velho acabou de ser aprovado na Unicamp. Além disso, meu sogro foi professor do IFGW e minha sogra foi professora do IMECC/DCC”, compartilha Luis Dosso, sócio-fundador da Dextra.

“Esperamos com isso poder contribuir com o florescimento e a formação de novos talentos para a tecnologia nacional”; “É com muito prazer e uma enorme honra poder dar esta singela contribuição nesta importante ação de inclusão social promovida pelo colégio”, afirmam Enilson Santiago, diretor, e Paulo Cabestré, presidente da Trópico, respectivamente. 

Originalmente publicado em...