Instituto de Artes da Unicamp celebra 50 anos

No dia 27 de abril de 1971, era realizado na Catedral Metropolitana de Campinas um concerto. pelo maestro Benito Juarez e Coral USP, que foi considerado um marco do início das atividades artísticas do Instituto de Artes (IA) da Unicamp. Iniciando primeiramente enquanto Escola de Música, o IA, nos anos subsequentes, floresceu em outras áreas das artes. Música, artes cênicas, artes plásticas, artes corporais e multimeios, mídia e comunicação conformam hoje os departamentos do IA, que celebra em 2021 seus 50 anos. 

As comemorações dos 50 anos do Instituto de Artes foram iniciadas em evento nesta terça-feira, 27 de abril, com falas e apresentações musicais. Abriram a cerimônia o reitor da Unicamp, Antonio José de Almeida Meirelles; o diretor do Instituto de Artes, Paulo Ronqui e o chefe de Departamento de Música do IA, José Alexandre Carvalho.

O diretor do IA, professor Paulo Ronqui, pontuou a qualidade do corpo docente, discente e dos funcionários do Instituto, responsáveis pelas atividades de excelência da graduação, da pós-graduação e da extensão. “Temos orgulho do nosso corpo docente e não docente pela quantidade e pela qualidade do trabalho realizado. Devo destacar sobretudo a qualidade do nosso corpo discente, sejam egressos dos cursos de graduação, pós-graduação ou extensão, uma vez que despontam no Brasil e no exterior como agentes artísticos atuantes em importantes instituições artísticas de ensino e de pesquisa”.

O papel do Instituto na história da Universidade, da cidade e da região e a alegria em comemorar a data num momento de adversidades foram destacados pelo reitor da Unicamp, Antonio José de Almeida Meirelles. “É um momento difícil da nossa história, seja provocado pela pandemia, seja pela crise econômica e seja, principalmente para nós, vinculados a uma instituição universitária, nesse momento em que cultura, arte, conhecimento e ciência são colocados em questionamento. Então é com grande alegria que podemos comemorar em um momento de dificuldade como esse, os 50 anos do Instituto de Artes da Unicamp”.

Durante o evento, o IA também prestou homenagem ao professor e ao funcionário que estão há mais tempo no instituto: Mauricius Martins Farina e o Amauri Antonio dos Santos. Antes das apresentações musicais, houve ainda o depoimento do professor Raul do Valle, um dos professores fundadores da então Escola de Música. 

“Éramos poucos nos anos 1970, mas com muita coragem, alegria e amor lançamos as sementes, graças ao apoio de Zeferino Vaz, magnífico reitor, e de Rogério Cerqueira Leite, nosso magnífico coordenador. Eu me incluo nos poucos professores que iniciaram o departamento de música e com ele o Instituto de Artes ”, lembrou o professor. Ele também recordou o importante papel que o IA tem para a cultura na cidade. “Campinas se beneficia dos frutos do IA, que sempre colaborou com aquilo que é possível para a manifestação cultural da cidade”.

História do IA
O Instituto de Artes foi fundado em 1969, três anos após a inauguração da Unicamp. Em 1970, em reuniões realizadas entre o professor Friedrich Gustav Brieger, professor Rogério Cezar de Cequeira Leite e professor Koellreutter, foram concebidas as diretrizes da Escola de Música. O músico Benito Juarez foi então convidado para realizar um concerto marcando o início da Escola, o que ocorreu em 1971 na Catedral Metropolitana de Campinas, junto ao coral da USP.

Ainda no ano de 1971 o então reitor Zeferino Vaz designou o professor Rogério Cezar de Cerqueira Leite como o primeiro coordenador do Departamento de Música e futuro Instituto de Artes, que tinha a função de organizar, planejar e incrementar as atividades musicais na universidade. A oficialização do IA como unidade de ensino ocorreu em 1979, com a oferta do curso de música, sendo o professor Yaro Burian o primeiro diretor.

Nos anos subsequentes, com o desenvolvimento de atividades em outras áreas das artes. Atualmente, o IA oferece graduação em Artes Visuais, Artes Cênicas, Dança, Música e Midialogia, e tem cinco departamentos: Música; Artes cênicas; Artes plásticas; Artes corporais e Multimeios, Mídia e Comunicação

Saiba mais sobre a história aqui e confira a série documental produzida para os 50 anos:

Comemoração segue até o fim do ano

A série comemorativa dos 50 anos do Instituto de Artes terá programação até o fim ano, com eventos realizados pelos cinco cursos e pela Galeria de Artes do Instituto. Os eventos serão divulgados na página comemorativa: https://www.iar.unicamp.br/ia-50-anos/

Originalmente publicado em...