Secretário acompanha vacinação dos profissionais da educação contra Covid-19 em Jumirim

O secretário estadual da Educação, Rossieli Soares, acompanhou nesta terça-feira (11), a vacinação, da segunda dose, contra Covid-19 nos profissionais da educação que atuam na cidade de Jumirim, na EMEB Jumirim – Governador Mário Covas Jr.

“É um grande prazer estar aqui em Jumirim acompanhando mais essa fase da vacinação dos profissionais da educação da rede municipal e estadual. É mais um passo importante para nós conseguirmos voltar às aulas”, afirma Rossieli Soares.

A campanha foi iniciada no dia 10 de abril e visa imunizar nesta primeira etapa 350 mil trabalhadores da educação. O público-alvo são secretários, auxiliares de serviços gerais, faxineiras, mediadores, merendeiras, monitores, cuidadores, diretores, vice-diretores, professores de todos os ciclos da educação básica, professores coordenadores pedagógicos, além de professores temporários com mais de 47 anos de idade

Em todo o estado, segundo balanço da Secretaria Estadual da Educação de segunda, já foram imunizados mais de 320 mil profissionais. No município de Jumirim, 24 trabalhadores da educação receberam a primeira dose.

O professor de língua portuguesa, Ivo José Rodrigues Batista atua na única escola estadual do município e hoje recebeu a segunda dose da vacina. “Receber a segunda dose é muito importante para nós que estamos atuando nas escolas, temos mais segurança para atender os alunos que necessitam do nosso apoio nesse momento, estou muito grato”, relatou.

Retomada das aulas

O Governo de SP autorizou a retomada das aulas presenciais, de forma gradual e facultativa, em 12 de abril. As unidades podem atender o limite máximo de 35% dos alunos por dia, além de obedecer a todos os demais protocolos de segurança sanitária previstos no Plano São Paulo.

Na rede estadual, a recomendação é para que as escolas priorizem os alunos mais vulneráveis para as atividades presenciais. O Governo de SP definiu como critérios para formar o grupo de mais vulneráveis os alunos que têm necessidade de se alimentar na escola; os que possuem dificuldades de acesso à tecnologia e aqueles com a saúde mental em risco ou severa defasagem de aprendizagem.

Originalmente publicado em...