Secretário da Educação participa de encontro com diretores de escolas da rede estadual em Americana

O secretário da Educação do Estado de São Paulo Rossieli Soares participou, nesta quarta-feira (12), de um encontro com diretores de escolas da rede estadual das cidades de Nova Odessa, Santa Bárbara D’Oeste e Americana, durante uma visita a cidade. Soares também acompanhou a vacinação de professores e profissionais da Educação no município.

No encontro, Rossieli ouviu os diretores e destacou a importância do PDDE SP (Programa Dinheiro Direto na Escola). “Tínhamos escolas com banheiro, por exemplo, parado há anos e graças a esse recurso a unidade foi reformada, além dos investimentos relacionados ao pedagógico, que também são fundamentais para criarmos opções aos nossos estudantes”, disse ele. Em todo o Estado, mais de R$ 1,4 bilhão em investimentos, entre 2020 e 2021, já foram destinados às escolas. A Diretoria de Ensino de Americana recebeu R$ 17,9 milhões. Os repasses são feitos diretamente às Associações de Pais e Mestres (APM) das unidades para que realizem pequenas reformas, manutenções emergenciais e adquiram equipamentos de forma mais ágil, contribuindo para a melhoria do ambiente escolar e do ensino.

Para o dirigente de ensino de Americana, Haroldo Teixeira, a conversa com os diretores da região aproxima os gestores e é um momento de compartilhar experiências. “É a oportunidade e o momento de apresentar boas práticas e assim replica-las em outras escolas“, contou ele.

Na EE Maria José Mattos Gobbo, em Americana, cerca de 35 alunos tem frequentado as aulas presenciais diariamente, divididos em diferentes salas. “Faz toda a diferença estar na escola, antes das aulas voltarem nós estávamos muito tristes, desanimados. Agora eu já tenho até vários planos para motivar meus colegas a continuarem estudando”, contou a aluna Emanuelle Brences Milanezi, do 1º ano do Ensino Médio e integrante do Grêmio Estudantil.

Com 320 alunos matriculados, a EE João XXIII também tem atendido os alunos presencialmente, em tempo integral, assim como a oferta da merenda para os estudantes mais vulneráveis. Divididos em grupos de estudos, eles acompanham as aulas em parte do período e, na sequência, realizam atividades para amenizar a defasagem em diferentes disciplinas.

Originalmente publicado em...