Escola Estadual de Diadema inaugura espaço de convivência Professor Tsunessaburo Makiguchi, com verba do PDDE-SP

Um local antes abandonado, em que ninguém da escola queria estar. Assim o diretor da escola estadual Eça de Queiroz, Edimicio Silva, definiu o espaço de convivência Professor Tsunesaburo Makiguchi, inaugurado nesta segunda-feira (7).

Criado com verbas do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE-SP), o espaço, que antes estava vazio, agora se tornou uma opção para aulas ao ar livre e local de convivência para alunos e funcionários. A revitalização contou com pintura, reforma do piso e jardim, compra de bancos e, o maior destaque, a construção de uma fonte de água com alguns peixes.

“No retorno presencial, os estudantes poderão usar este espaço para aprendizagem. É claro que temos que ter disciplina, mas será um espaço em que eles poderão frequentar com felicidade e prazer. Nós conseguimos aqui um espaço que irá virar uma sala de aula a céu aberto”, destacou Edimicio.

O nome do local é uma homenagem ao educador Tsunesaburo Makiguchi, que tem como princípio a pedagogia da felicidade. “Nós escolhemos homenagear o professor Makiguchi, que inspirou a Associação Brasil Soka Gakkai Internacional (BSGI), que conta com mais de 3 mil membros aqui em Diadema. Eles realizam trabalhos voluntários de formação, onde colocam o foco principal da educação humanística, foco nos alunos e na experiência. Por conta desse conhecimento consolidado e contemporâneo é que nós escolhemos homenagear este educador” explicou o diretor.

“Graças aos recursos do PDDE Paulista, a escola Eça de Queiroz inaugura, hoje, um belo trabalho de paisagismo, no qual estudantes, professores e a comunidade escolar desfrutam de fonte, lago com peixinhos, brinquedos e bancos para leitura compartilhada”, declarou a dirigente de ensino da região de Diadema, Liane Oliveira Bayer.

O vice-presidente da Associação BSGI, Marcio Iutaka, destacou que o legado de Makiguchi chegou à escola estadual Eça de Queiroz, localizada no Brasil, um dos países mais distantes do Japão. “Educador que acreditava no potencial do ser humano. E defendia incondicionalmente o respeito à vida”, destacou.

O evento de inauguração teve transmissão online e contou com a participação presencial de professores e estudantes, com o cumprimento dos protocolos de segurança.

Sobre o PDDE-SP

O Programa Dinheiro Direto na Escola disponibiliza às escolas estaduais recursos financeiros de forma facilitada e menos burocrática. Os repasses são feitos diretamente às Associações de Pais e Mestres (APM) das unidades para que realizem pequenas reformas, manutenções emergenciais e adquiram equipamentos de forma mais ágil, contribuindo para a melhoria do ambiente escolar e do ensino. Com a autonomia de escolher o destino e onde será aplicado o dinheiro, as escolas conseguem suprir as suas necessidades mais pontuais e relevantes para a comunidade escolar.

Originalmente publicado em...