Columbia patrocina encontro da Ciência da Aprendizagem

Até o dia 30 de junho estão abertas as inscrições aos interessados – estudantes de pós-graduação e pesquisadores – em participar da 1ª edição da Escola de Inverno de Ciências da Aprendizagem, que ocorrerá entre os dias 27 e 28 de agosto e dias 3 e 4 de setembro – das 13 às 18 horas – no formato online e gratuito.

O evento, organizado pelo grupo de Ciências da Aprendizagem Brasil, representante oficial da Associação Internacional de Ciências da Aprendizagem, trará discussões sobre esse campo do conhecimento para o país.

“A ideia é estabelecer uma comunidade local de pesquisadores interessados em conhecer e se aprofundar nessa nova área de pesquisa interdisciplinar”, diz um dos líderes do movimento no Brasil, e diretor do laboratório de Ciência da Aprendizagem (TLTL) da Universidade de Columbia, Paulo Blikstein.

No encontro, participarão diversos professores internacionais e nacionais, oportunizando discussões entre os participantes. Todas as atividades serão conduzidas de maneira remota, com duração total de 20 horas e tradução simultânea.  Os interessados devem preencher este formulário até o dia 30 de junho. Serão 20 vagas disponíveis, e o resultado da seleção dos participantes será divulgada no dia 27 de julho. O programa completo será divulgado em breve

Palestrantes confirmados:

Para mais  informações, acesse o site e   participe da sessão informativa no dia 25 de junho às 15 horas pelo zoom: https://zoom.us/j/91997994038

Ciências da Aprendizagem

Dedicada ao estudo de como as pessoas aprendem e de como esse conhecimento pode ser aplicado para melhorar o ensino e a aprendizagem, as Ciências da Aprendizagem são uma área de pesquisa acadêmica interdisciplinar que surgiu há cerca de 30 anos, quando pesquisadores de campos científicos diferentes como Educação, Psicologia e Ciência da Computação, dentre outros, começaram a se dedicar coletivamente ao estudo da aprendizagem em contextos reais e não apenas em experimentos controlados realizados em laboratórios.

Uma suposição fundamental para os cientistas da aprendizagem é a de que este campo de estudo exige a combinação de múltiplas perspectivas – e que uma só disciplina como, por exemplo, a psicologia (ou, mais recentemente, a neurociência), não é suficiente para a compreensão de um fenômeno tão complexo.

Entre os resultados da ciência da aprendizagem no mundo estão reescrever currículos que levem em conta a cultura dos alunos, envolva os estudantes em práticas de Ciências, crie comunidades (offline e online) para o desenvolvimento profissional etc. Além disso, os cientistas da aprendizagem estudam não apenas os resultados de suas intervenções, mas também o próprio processo de design e implementação de suas ferramentas. O trabalho dos cientistas da aprendizagem pode envolver o desenvolvimento de ferramentas com ou sem tecnologia, currículo e teorias que ajudam a entender e prever como e quando a aprendizagem ocorre.

Escika de Inverno de Ciências da Aprendizagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *