Tire suas dúvidas sobre o Plano de Retorno Parcial e Gradual

##
A presença nos campi de alunos ou servidores sem atividades presenciais deve ser restrita

Confira abaixo as respostas para as principais dúvidas que podem surgir nesse momento de retomada parcial e gradual das atividades presenciais:

Quem deverá voltar às atividades?

Servidores: todos aqueles que tiverem recebido as duas doses da vacina deverão voltar, passados 14 dias após a segunda dose. Os dirigentes dos Institutos, Unidades, Órgãos, Centros e Núcleos avaliarão a modalidade de retorno de cada servidor: remota, presencial ou ambas.

Alunos: as aulas teóricas permanecerão em formato remoto até nova avaliação. Os alunos que atuam na Área da Saúde, com possibilidade de exposição a pacientes com Covid-19, devem estar com seu status vacinal completo para retorno às atividades práticas .

Servidores e alunos que retornarem às atividades deverão observar as medidas sanitárias: uso de máscara, distanciamento social e higienização de mãos e superfícies.

Os servidores que ainda não foram vacinados para Covid-19 poderão ser convocados para o retorno ao trabalho?

Além dos servidores que cumprem atividades essenciais da Universidade, somente os servidores já imunizados deverão voltar, quando convocados.

Quais procedimentos serão adotados para os servidores que, convocados, recusem-se a voltar ao trabalho?

O servidor com o status vacinal completo, cujas atividades presenciais foram avaliadas como necessárias pelo Dirigente do Instituto/Unidade/Órgão/Centro/Núcleo, está obrigado a retornar. O servidor que se recusar deverá apresentar justificativa, a ser analisada pelo Dirigente ou Comitê de Crise e RH locais, com apoio do Comitê de Contingenciamento da Unicamp, quando necessário.

O Comitê de Crise da Unidade deverá solicitar cópia do comprovante de vacinação a todos os servidores
O Comitê de Crise da Unidade deverá solicitar cópia do comprovante de vacinação a todos os servidores

Os servidores (vacinados ou não) que retornaram às atividades em fases anteriores precisam refazer o teste para Covid-19?

O servidor que já estava em atividade presencial antes da publicação da Resolução não está obrigado a refazer o teste.

Alunos e servidores que estarão na Universidade em momentos pontuais necessitam realizar teste para Covid-19?

A necessidade de testagem é indicada para aqueles com atividade semanal na Universidade de duração igual ou superior a 4h. A presença nos campi de alunos ou servidores sem atividades presenciais deve ser restrita.

Qual deve ser o procedimento para o servidor que retornou ao trabalho e apresentou sintomas característicos de Covid-19?

O servidor deverá se afastar de suas atividades presenciais, fazer isolamento social e procurar o Cecom (ou outro serviço de saúde de referência para a Covid-19) para realizar testagem diagnóstica e todo o acompanhamento clínico e epidemiológico necessário.

Quantas refeições diárias poderão ser realizadas no Restaurante Universitário, segundo a planilha elaborada pelo Comitê de Retomada?

A utilização do Restaurante Universitário deverá ser realizada uma única vez – almoço ou jantar, para alunos e servidores. Na planilha, deve-se optar por apenas um horário.

Quem já realizou o teste para a Covid deverá ser testado novamente? Com que frequência o teste deve ser repetido?

Todos aqueles que retornarão às suas atividades presenciais deverão ser testados no período de 72 horas que antecedem o retorno. Para pessoas sem sintomas, a periodicidade para testagens posteriores ao retorno ainda está sendo discutida e será divulgada em breve.

Os servidores que atuam no apoio a atividades didáticas que permanecerão remotas (por exemplo: servidores das Secretarias de Graduação, Pós-Graduação e Extensão) também permanecerão em trabalho remoto?

Caberá ao Dirigente do Instituto/Unidade/Órgão/Centro/Núcleo definir a modalidade das atividades dos servidores (remotas, presenciais ou ambas), considerando as necessidades e especificidades de cada local.

Todos aqueles que retornarão às suas atividades presenciais deverão ser testados no período de 72 horas que antecedem o retorno
Todos aqueles que retornarão às suas atividades presenciais deverão ser testados no período de 72 horas que antecedem o retorno

Qual a previsão de retorno das atividades da DEdIC – Divisão de Educação Infantil e Complementar?

Agosto de 2021. Até lá, serão efetuadas ações essenciais para o retorno seguro das crianças, professores e funcionários, tais como avaliação dos espaços (principalmente sua ventilação) e elaboração de diretrizes com base naquelas vigentes para o município de Campinas. A avaliação do Dirigente a respeito do retorno de servidores com filhos que utilizam a DEdIC deverá considerar a data de retorno das atividades dessa última.

O Instituto/Unidade/Órgão/Centro/Núcleo que estiver plenamente em teletrabalho poderá mantê-lo neste formato?

Sim. Caberá ao Dirigente a definição da modalidade (remota, presencial ou ambas) de todas as atividades do Instituto/Unidade/Órgão/Centro/Núcleo

A fim de manter o controle de ocupação dos espaços físicos, poderão as atividades presenciais serem feitas mediante agendamento?

Sim, as atividades presenciais poderão ser feitas mediante agendamento, desde que o percentual de ocupação dos seus espaços esteja em conformidade com a fase vigente do Plano São Paulo (atualmente, 60%) .

Pessoas com comorbidades poderão retornar ao trabalho?

Sim, desde que estejam com seu status vacinal completo, sempre observando os cuidados sanitários recomendados. É importante, no entanto, que o Comitê de Crise local considere privilegiar o retorno daqueles que não apresentam comorbidades.

Qual é a orientação para uso dos aparelhos de ar-condicionado?

Deve-se evitar o uso de aparelhos de ar-condicionado, principalmente quando houver mais de uma pessoa no ambiente. Deve-se dar preferência a espaços abertos e ventilados. Em casos excepcionais, pode-se indicar sua utilização (por exemplo, para o condicionamento de computadores e outras máquinas).

##
As Bibliotecas deverão observar todas as medidas sanitárias recomendadas e seguir a regra de ocupação máxima dos espaços

Qual a orientação para o retorno de viagens e de férias? Haverá necessidade de quarentena?

Aqueles que retornarem de viagens interestaduais ou internacionais de caráter institucional devem permanecer em atividade remota por 14 dias antes do seu retorno presencial. Além disso, o retorno deverá ser precedido de testagem por RT-PCR. Tal orientação não se aplica a pessoas que viajarem durante as férias.

Pessoas que tiveram Covid-19 devem fazer teste para a doença por ocasião do seu retorno às atividades presenciais?

Sim, caso a doença tenha ocorrido há mais de 90 dias.

Será solicitada cópia do comprovante de vacinação dos servidores?

Sim. O Comitê de Crise da Unidade deverá solicitar cópia do comprovante de vacinação a todos os servidores. Em caso de recusa por parte do servidor, o Comitê deverá reportar o caso, por escrito, ao Grupo de Retomada da CGU.

Qual será o treinamento para os alunos, docentes e servidores que estão retornando?

O treinamento continuará a ser feito por meio das videoaulas realizadas pela Educorp (http://www.educorp.unicamp.br/cursos_retomada). Quem já fez o treinamento não precisará refazê-lo, desde que continue realizando o mesmo tipo de atividade do período do primeiro treinamento.

O aplicativo AVISU será utilizado?

Sim, o aplicativo AVISU teve importante contribuição na autoavaliação dos sintomas de Covid-19 e continuará sendo usado por mais algumas semanas. No momento, a Unicamp desenvolve, em parceria com o Ministério Público do Trabalho, uma ferramenta com mais funcionalidades, cujo piloto será testado em breve.

Haverá fornecimento de máscara PFF2 para os servidores ou alunos que retornarem às suas atividades?

A máscara PFF2 é indicada para a filtragem de partículas muito pequenas, como os aerossóis, os quais são espalhados em situações específicas; por exemplo, nos hospitais, durante intubação e ventilação mecânica. Assim sendo, esse tipo de máscara será financiado pela Universidade apenas para pessoas com alto risco de exposição à Covid-19, em decorrência de assistência direta a pacientes. Esta orientação se encontra no Manual do Hospital das Clínicas, o qual será disponibilizado aos Comitês de Crise das Unidades e Órgãos.

A utilização do Restaurante Universitário deverá ser realizada uma única vez – almoço ou jantar, para alunos e servidores
A utilização do Restaurante Universitário deverá ser realizada uma única vez – almoço ou jantar, para alunos e servidores

A Unicamp adotará a testagem periódica dos servidores para Covid-19?

A viabilidade e método da testagem periódica está em avaliação pelo Comitê Científico. Em breve, o resultado dessa análise será divulgado.

Os bolsistas poderão retornar antes da vacinação?

Sim, mas tal decisão deverá levar em conta o tempo de bolsa e o prazo da pesquisa, entre outros fatores. Em caso de retorno, deverão ser observadas todas as medidas sanitárias recomendadas.

Como será o controle do acesso às Bibliotecas?

As Bibliotecas deverão observar todas as medidas sanitárias recomendadas e seguir a regra de ocupação máxima dos espaços, levando em conta o estudo de adequação do espaço feito pela Diretoria Executiva de Planejamento Integrado (DEPI).

As Cartilhas vigentes serão atualizadas?

A Cartilha sobre a ocupação dos espaços já está atualizada. As demais serão atualizadas pelo Comitê Científico de Contingência da Coronavírus da Unicamp. Consultar em :  https://www.unicamp.br/unicamp/cartilha-covid-19

o aplicativo AVISU teve importante contribuição na autoavaliação dos sintomas de Covid-19 e continuará sendo usado por mais algumas semanas
O aplicativo AVISU teve importante contribuição na autoavaliação dos sintomas de Covid-19 e continuará sendo usado por mais algumas semanas

A Resolução GR 93/2020 será revogada ou alterada?

Resoluções que contiverem disposições em contrário estão automaticamente revogadas.

A Unidade deverá manter e atualizar o seu Plano de Contingência?

Sim. Solicita-se que os Comitês de Crise das Unidades atualizem o seu Plano de Contingência, tomando como base o momento atual e a Resolução GR 49/2021.

Como será tratada a questão do adicional noturno, para os servidores que retornarem às suas atividades presenciais no período noturno?

A Unidade deverá solicitar, por meio de Ofício à PRDU, o retorno do pagamento do adicional noturno para os servidores que retornarem às suas atividades presenciais.

O serviço de malote e Correios serão retomados?

Sim, a partir do momento em que haja atividades e volume nas Unidades que o justifique. As unidades serão informadas quando o malote e os Correios retornarem às suas atividades.

Leia a Resolução GR 49/2021 que institui medidas adicionais, emergenciais e temporárias a serem observadas a partir de 14 de junho

Leia Resolução GR 54/2021 que institui ampliação do horário de funcionamento nos campi

Originalmente publicado em...