Empresa residente do Parque da Unicamp é parceira essencial do Sirius

Empresa-filha da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e instalada no Parque Científico e Tecnológico da Unicamp, a PITEC surgiu em 2017 para assumir o desenvolvimento e a produção dos detectores de raios X utilizados nas pesquisas científicas do acelerador de partículas de luz síncrotron do Brasil. Os equipamentos são essenciais para a realização dos experimentos científicos que são executados no Sirius em Campinas, como o estudo de estruturas moleculares que podem ajudar no desenvolvimento de medicamentos contra graves doenças.

A parceria firmada entre a PITEC, do Grupo Idea!, e o Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS) envolveu esforços de ambos os lados. Enquanto a empresa entrou, principalmente, com a parte tecnológica, o Sirius ofertou conhecimento físico e científico do processo. De acordo com Paulo Bertolo, diretor de operações da PITEC, a equipe do Sirius, desde o início, identificou a empresa como um know-how (conjunto de conhecimentos técnicos e práticos) com toda a competência e qualidade de especialistas que eles necessitavam para o desenvolvimento dos detectores. “Éramos e ainda somos capazes de oferecer todas as tecnologias que o nosso principal parceiro, o Sírius, precisa”, expõe. 

Leia matéria na íntegra publicada no site da Agência de Inovação da Unicamp. 

Originalmente publicado em...