Olimpíada de História lança versão aberta ao público e gratuita para escolas públicas

A Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB), realizada pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), iniciou as inscrições para seu novo projeto: a 1ª Olimpíada Nacional em História do Brasil Aberta para Todos (ONHB-A), uma versão da competição aberta ao público e que prevê diferentes modalidades de participação. As inscrições seguem até 24 de setembro e prevê gratuidade para até uma equipe por escola pública.

O objetivo da iniciativa é ampliar o projeto para pessoas que não são vinculadas a instituições de ensino, mas têm interesse em conteúdos sobre História do Brasil  e atualidades que são oferecidos na prova da ONHB. A versão original, voltada para estudantes e professores, será mantida e ano que vem chega a sua 14ª edição.

Ao todo, estão previstas quatro modalidades. Em duas delas, “individual” e “grupo”, não há obrigatoriedade de vínculo a uma instituição de ensino e podem se inscrever qualquer interessado a partir de 12 anos
Ao todo, estão previstas quatro modalidades. Em duas delas, “individual” e “grupo”, não há obrigatoriedade de vínculo a uma instituição de ensino e podem se inscrever qualquer interessado a partir de 12 anos

“Sempre recebemos muitos pedidos de ex-participantes e universitários para que haja uma versão aberta. Fizemos em 2020 de forma experimental com a Pré-ONHB e tivemos um resultado bastante positivo. Resolvemos ampliar neste ano para que escolas que ainda não participam possam conhecer a Olimpíadal”, explica a coordenadora da ONHB e professora do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Unicamp, Cristina Meneguello.

Ao todo, estão previstas quatro modalidades. Em duas delas, “individual” e “grupo”, não há obrigatoriedade de vínculo a uma instituição de ensino e podem se inscrever qualquer interessado a partir de 12 anos. Na modalidade “grupo”, os interessados podem convidar amigos e familiares e formar equipes com duas a seis pessoas. 

As outras categorias, “equipe treineira” e “escola pública treineira” foram pensadas para que estudantes e professores, que já participam ou não da ONHB, possam treinar, se preparar ou conhecer o projeto que, em 2022, realiza sua 14ª edição. 

Nas duas modalidades podem se inscrever professores e alunos do 7º ao 9º ano do Ensino Fundamental, do Ensino Médio ou do EJA (Educação de Jovens e Adultos). Na “equipe treineira” os interessados devem formar equipes com três alunos e um professor de escolas públicas ou privadas. Já na modalidade “escola pública treineira”, as equipes podem ter um  professor e até 12 alunos. Nesta categoria, a inscrição é gratuita e pode participar uma equipe por escola. 

ONHB-A: versão mais compacta 

Diferente da competição tradicional, a ONHB-A terá quatro fases realizadas de forma online e com duração de seis dias cada. Ela também será mais enxuta, com cinco questões de múltipla escola e uma tarefa nas três primeiras fases. Na última etapa, os participantes realizarão uma tarefa.

Meneguello explica que o conteúdo é semelhante à competição tradicional, mas numa versão que demanda menos tempo e dedicação dos participantes. “A ONHB-A exige menos dos participantes e é uma proposta para que amigos e familiares possam discutir juntos os temas apresentados e estudantes conheçam o projeto.” A ONHB-A também não prevê premiação, com entrega de medalhas. 

Sobre a Olimpíada de História

A ONHB é um projeto realizado com apoio do Departamento de História da Unicamp e considerada uma importante ferramenta de aprendizado do ensino de História. Tem a participação de docentes, mestrandos e doutorandos de diversas universidades.

Serviço

Inscrições até 24 de setembro

Valores das Inscrições:

Modalidade “individual”: R$ 5,00

Modalidade “em grupo”: R$ 10,00 a R$ 30,00 de acordo com o número de participantes – são permitidas equipes de 2 a 6 participantes (por equipe)

Modalidade “equipe treineira”: R$ 20,00 (por equipe)

Modalidade “escola pública treineira”: gratuito para até uma equipe por escola

Acesse o regulamento e inscreva-se

 

Originalmente publicado em...