HC entrega à Diretoria Regional de Saúde estudos para revisão de recursos do SUS

Dirigentes do Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp entregaram à Diretoria Regional de Saúde de Campinas (DRS-7) quatro estudos técnico-financeiros sobre a utilização de recursos do Sistema Único de Saúde (SUS). A reunião, ocorrida no dia 18 de novembro, representa um importante passo para a revisão das pactuações financeiras futuras do HC com a Secretaria de Estado de Saúde (SES) de São Paulo e com o SUS.

Representaram o HC o coordenador de administração do hospital, Rodrigo de Oliveira, o coordenador adjunto da área financeira, Cláudio Lopes, e Thiago Langon, gerente de projetos da Coordenaria de Administração (COAD). Os estudos foram entregues à diretora da DRS-7, Mirella Povinelli. O material elaborado pela COAD concentra-se nas áreas de Oncologia, Oftalmologia, Implante de Cardiodesfibrilador (CDI) e de apoio ao Centro de Informação e Assistência Toxicológica de Campinas (CIATox). No total, isso representa aproximadamente R$ 8 milhões em recursos extras para o hospital, se considerados os custos apresentados à DRS-7 para complementar a operação de atendimentos clínicos aos pacientes da região de Campinas.

Queremos trabalhar de forma cada vez mais integrada à rede e contribuir com soluções para as demandas da DRS-7 a partir de nossa experiência como hospital de ensino. No entanto, o sistema precisa ser sustentável. Precisamos de recursos para cumprir nossa missão. Estamos fazendo um esforço para implantar completamente o AGHUse (Aplicativo de Gestão para Hospitais Universitários) e, assim, melhorar indicadores, registros de produção e faturamento, aumentando a visibilidade interna e externa de nossas operações administrativas”, disse Rodrigo de Oliveira durante a reunião.

A COAD pretende enviar à DRS-7 mais dois estudos de custo de operação, nas áreas de Órteses e Próteses e Urgência e Emergência. Em paralelo, ela efetua a revisão das Fichas de Programação Orçamentárias (FPO) visando à renovação do contrato com o SUS, dentro do Grupo de Trabalho da Diretoria Executiva da Área da Saúde (DEAS) da Unicamp.

Essas ações devem favorecer nossas finanças e melhorar o atendimento aos pacientes, gerando progresso em nossa região. Isso é muito bom para o hospital e para a população por ele atendida”, ressalta Antonio de Oliveira Filho, superintende do HC.

Após o parecer técnico da DRS-7, os estudos seguirão para diferentes níveis dentro da Secretaria de Saúde, o que deverá subsidiar propostas de novos convênios de subvenção. O prazo final para a repactuação dos convênios é dezembro de 2022.

Leia também:

Revisão da pactuação do HC com SUS é tema de reunião na SES-SP

Matéria original publicada no site do HC da Unicamp.

Originalmente publicado em...